quinta-feira, 30 de junho de 2011

Canção do dia de sempre

                        Imagem: Google
 
Tão bom viver dia a dia... 
A vida assim, jamais cansa... 

Viver tão só de momentos 
Como estas nuvens no céu... 

E só ganhar, toda a vida, 
Inexperiência... esperança... 

E a rosa louca dos ventos 
Presa à copa do chapéu. 

Nunca dês um nome a um rio: 
Sempre é outro rio a passar. 

Nada jamais continua, 
Tudo vai recomeçar! 

E sem nenhuma lembrança 
Das outras vezes perdidas, 
Atiro a rosa do sonho 
Nas tuas mãos distraídas... 



Mario Quintana

18 comentários:

  1. Oi Pê
    passando para lhe dar um abraço! Curtir um pouco do seu espaco.

    bj

    ResponderExcluir
  2. Recebo a rosa sonhada e,
    prendo-a com sua gêmea,
    na copa do chapéu.
    Ouço as duas falando
    que no sopro do vento
    irão me levar
    por terras distantes,
    em barcos de nuvens,
    por mares bravios,
    por escarpas cortantes,
    sem rumo marcado
    ao sabor das brisas
    vou sendo levada
    por flores, adornada.

    Linda Flor,ousei cantar ao pé de Quintana, apenas para salpicar de rosas esse teu lugar.
    Tenha uma linda noite.
    Bjos mil,
    Calu

    ResponderExcluir
  3. Que dizer de Quintana? Pura poesia.
    "E sem nenhuma lembrança
    Das outras vezes perdidas,
    Atiro a rosa do sonho
    Nas tuas mãos distraídas..."
    Lindooooo! Beijokas Peônia

    ResponderExcluir
  4. Pê, minha flor de Diva ou minha Diva Flor.

    Beijos no coração.

    ResponderExcluir
  5. Hummm... Mário Quintana!
    Sem querer ser bairrista, mas como boa gaúcha amoooo Mário Quintana!

    Linda homenagem Peônia!

    Bjs em seu coração,

    Tânia Camargo

    PS.: "Esses que aí estão, atravancando meu caminho...
    Eles passarão!
    Eu... Passarinho!" (Mário Quintana)

    ResponderExcluir
  6. Peônia, nem vou comentar. O poema é excelente e os comentários também o são. Um brinde a todos, Yayá.

    ResponderExcluir
  7. Peonia..Lindo poema..cada dia é um recomeço.
    Fico muito feliz quando vejo seu rostinho lindo enfeitando meu blog.
    bj
    Ma

    ResponderExcluir
  8. el río siempre es cambiante, como decía heráclito, todo fluye, como las nubes. así es la vida. indesgastable. bonito poema.

    ResponderExcluir
  9. Peônia

    Bom começar o dia com um poema de Qintana, lindo este.

    Beijos e bom fim de semana para você

    ResponderExcluir
  10. Peônia


    Mario Quintana sempre "protector" e quase ... simples.

    SOL da Esteva
    http://acordarsonhando.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. mãos distraídas essas,que às vezes com força e uma certa delicadeza pode guardar essa rosa o tempo que for necessário,que assim seja né?
    Mario Quintana é um primor nas poesias!
    Beijos,Pê!

    ResponderExcluir
  12. Olá,Peônia!!

    Ah!!Tão maravilhoso e sublime esta poesia!!Com a simplicidade que encanta que só ele pode dar...
    Linda escolha!!
    beijos pra ti!Bom final de semana!
    **Gostei do seu comentário lá no Jardim, espero que encontre a plenitude que busca e seja muito feliz!!

    ResponderExcluir
  13. O sonho sempre vivo no presente. Lindo demais! Tenha um bom fim de semana; bjs!

    ResponderExcluir
  14. Sorrir e sonhar...
    Ohhh como é tão bom!!

    ResponderExcluir
  15. Ah, como Quintana é leve e, ao mesmo tempo, profundo...
    E nesse vai e vem do tempo e da vida vamos nos aproximando de pessoas especiais...como você!
    Um grande beijo minha querida!
    Déia

    ResponderExcluir
  16. Como siempre, estupendos los versos.

    Saludos y un abrazo.

    ResponderExcluir
  17. Peônia,
    Uau, já comecei o fim de semana com sorte: ganhei eese lindo poema de Quintana. Como ele disse, recomeçar é sempre bom, pois sempre vamos nos deparar com coisas novas!Bjs, minha linda!

    ResponderExcluir