quinta-feira, 23 de junho de 2011

Liberdade...

Imagem: Google

"A busca da liberdade
é a única força que eu conheço...
Liberdade de voar pelo infinito...
Liberdade de dissolver-se,
de elevar-se,
de ser como a chama de uma vela,
que mesmo enfrentando
a luz de bilhões de estrelas
permanece intacta,
porque nunca pretendeu
ser mais do que é:
a chama de uma vela.”


Carlos Castañeda

19 comentários:

  1. Estar e saber o seu ligar, reconhecer o valor das coisas e das pessoas, amar e respeitar o espaço do outro... isso sim é liberdade de ser e de amar. Beijo Querida!

    ResponderExcluir
  2. É esta humildade que nos enobrece.

    ResponderExcluir
  3. Liberdade é o princípio de qualquer relacionamento humano.Liberdade e viver com o que a vida de proporciona, sabendo que o que és te basta.
    Beijokas doces, querida Peônia.

    ResponderExcluir
  4. Pê, querida, coisa linda esse poema de Castañeda. Como tudo, aliás, que ele escreve, este poema fala de um auto-conhecimento também... Conhecer-se como um ser livre e capaz... Adorei querida! Um beijo enorme!
    Déia

    ResponderExcluir
  5. Nossa!
    Que lindo!

    Ser livre é o que todos procuramos, viver além das barreiras que encontramos em nosso cotidiano.

    Tão verdadeiro este poema!

    Beeijo*

    ResponderExcluir
  6. Poema tão verdadeiro! ser livre é tudo o que o ser homano pode desejar, lindo!
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. o desprendimento de coisas que nos sufocam, nos amarram, nos detém...maravilhosa essa sensação de liberdade!!

    Lindo poema!

    Beijo, bela flor!

    ResponderExcluir
  8. A dose certa das coisas não está ao alcance de qualquer um...

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  9. Lindíssimo!
    Nos desprender de tudo que nos trava o riso e nos impedem de viver,é o que buscamos...
    Linda imagem,retrata bem a sensação de liberdade :)
    Beijos,Pê

    ResponderExcluir
  10. Peonia, feliz por ter aportado em meu cais.
    Te sigo..não em retribuição, mas pq adorei o seu cantinho.

    O seu poema sobre verdade é lindo.

    Verdade liberta.

    Adorei a imagem que emoldura seus poemas..

    Bj

    Ma

    ResponderExcluir
  11. Essa é a chama que nenhum vento apagará! Portugal está em crise mas este fim - de - semana ainda tem a liberdade de ser longo. Sexta-Sábado e Domingo. Tudo bom para ti!

    ResponderExcluir
  12. A liberdade e a força maior do ser humano e o caminho que ele possa escolher sem forçar sua decisão!
    Belo blog vou seguir pois gostei de verdade segue o meu la e comente sempre que puder tb
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Peônia,
    Tem um selo hiper charmoso pra você lá na página "Selos & Cia", que ganhei da Acácia, do Blog da Acácia Azevedo e do João, do Blog Sobre o Tempo. O selo chama-se "POTTERY FRIEND". Não se sinta constrangida se não for apanhá-lo!
    Te espero lá. Bjs e uma ótima sexta-feira!

    ResponderExcluir
  14. Se tem uma coisa preciosa mesmoooooo, é essa busca pela liberdade!


    Liberdade de voar pelo infinito...
    Liberdade de dissolver-se,
    de elevar-se..


    Lindo texto Peônia!

    Um abraço minha flor, e um feriado bem bonito pra você!

    ResponderExcluir
  15. Bom dia,Peônia!!!

    è a verdadeira liberdade, ser feliz por ser quem é!!!
    Lindo demais!!
    Beijos pra ti!
    Bom final de semana!

    ResponderExcluir
  16. Tem selinho pra vc no meu Blog (:

    Beijoos!!

    http://momentosdapathy.blogspot.com/2011/06/200-seguidores.html

    ResponderExcluir
  17. A imagem, a palavra, a sensação_ tudo nos arrebata em se tratando de liberdade__ manifestação do que de natural que há em cada um de nós.
    Lindo!!
    Obs:Flor, obrigada pelas palavras carinhosas.
    Um bjo grande,
    Calu

    ResponderExcluir
  18. precioso poema. "para la libertad, sangro, lucho, pervivo", escribió miguel hernández, que también era un hacedor de poemas excepcional.

    ResponderExcluir
  19. poema bonito e verdadeiro! Tudo se resume à verdadeira librdade!
    Bjo

    ResponderExcluir