segunda-feira, 4 de julho de 2011

Início

                             Imagem: Google

"Não mais que outubro

Serei forte.

Só saberei de mim domingo,

Depois do sorvete.

Aí então caminharei pelas segundas,

Quando das feiras

Só restarem folhas de repolho e sobras de frutas pelo chão.

Não mais saberei de ninguém,

Enquanto houver sinos anunciando algum início.

No sábado ou em dezembro

Seremos todos novos,

Mesmo que pareça

Tudo sempre tão igual."


Samaya  Prado

18 comentários:

  1. E assim a vida passa...
    A cada estação um novo recomeço... A cada raiar do dia uma nova chance de felicidade.

    Linda poesia Peônia.

    Bjs em seu coração e uma semana abençoada p/ vc e sua família.

    ResponderExcluir
  2. Um novo (re)começo...novas oportunidades!
    Bjo

    ResponderExcluir
  3. Peonia..bom dia!

    A vida 'e um eterno recomeco...
    Bom comecar o dia lendo um lindo poema. Adorei..parabens !!

    Aproveito pra dizer que fico muito feliz qunado vejo seu rostinho em meu blog.

    Espero e desejo uma semana de paz..

    bj

    Ma

    ResponderExcluir
  4. Hola, precioso blog, bellas entradas le visten, un lujo, si te va la palabra elegida, la poesía, te invito al mio,será un placer,es
    http://ligerodeequipaje1875.blogspot.com/
    gracias, buen lunes, besos de agua...

    ResponderExcluir
  5. Bom dia,Peônia!!

    E assim seguimos nós, sempre esperando começos e recomeços...
    *Eu, estou esperando ansiosamente, o fim do inverno...rsrsr
    Beijos pra ti!!
    Lindo post!Adorei a imagem!!!

    ResponderExcluir
  6. Olhar para as coisas com olhar sempre novo é coisa preciosa...

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  7. Que tudo se renove, mesmo quando na mesmice, o olhar faz a diferença.

    Boa semana Peônia, beijos!

    ResponderExcluir
  8. Olá, doce Pê.

    És uma bruxinha com o que postas. Nesse, além de me encantar, fez-me sentir a textura do tempo.

    Uma semana iluminada para você!

    ResponderExcluir
  9. "porque hoy es sábado!" cantaba vinicius, en la fusa. me gusta esa canción. y este poema también.

    ResponderExcluir
  10. Um poema muito bem construído.
    Ainda bem que alguém brinca aos dias da semana, nas férias e nas estações.

    Assim até dá prazer ir de férias à Segunda Feira

    ResponderExcluir
  11. Ciclo vivo, vital sentir,nos dias, na pele, ao redor.Quando a natureza muda a roupagem,nos convida a fazer o mesmo, mas com a mesma elegância.
    Renova o tempo, renova o olhar, segundo a poetisa, renova-me a cada instante.
    Mais encantamentos partilhados. Obrigada Flor de Peônia!
    Bjos mil,
    Calu

    ResponderExcluir
  12. Olá Peônia,
    Tudo é mutável.
    Como o mundo, nossa vida está em constante giro. Vamos aprendendo, errando, acertando e recomeçando.

    Convido-a para uma visita ao meu recanto.
    Já sigo aqui.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. um ciclo se encerra e outro começa. Às vezes tudo parece igual, e pensamos que é mesmice, mas esquecemos que a vida é um eterno recomeçar.
    Beijokas doces para uma doce menina.

    ResponderExcluir
  14. E se faz necessário...
    eternos recomeços!
    Lindo,Pê!
    Um dia totalmente diferente pra ti,hoje eu desejo!
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Tu blog está Excel, me encanta un saludo

    ResponderExcluir
  16. Peônia

    Como num bailado clássico, a vida anda de cá para lá.
    A cada passo tudo recomeça numa sucessão que nos empurra para diante.
    Assim a Vida.

    SOL da Esteva
    http://acordarsonhando.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. E assim a vida corre... a vida passa... e é preciso que mantenhamos o sorriso.
    Beijinhos

    ResponderExcluir