segunda-feira, 1 de agosto de 2011

La mia anima...

                           Imagem: Google 

 “Minha alma tem o peso da luz.
Tem o peso da música. 
Tem o peso da palavra nunca dita, prestes quem sabe a ser dita. 
Tem o peso de uma lembrança.
Tem o peso de uma saudade. 
Tem o peso de um olhar. 
Pesa como pesa uma ausência.
E a lágrima que não se chorou. 
Tem o imaterial peso da solidão no meio de outros.”


C. Lispector

17 comentários:

  1. Minha alma tem o peso da luz.
    Clarice sempre!
    Muito bom ler este texto por aqui.
    Um beijo grnde

    ResponderExcluir
  2. Lindo poema de Clarisse. Parabéns, linda semana pra você.Beijos

    ResponderExcluir
  3. Uma alma bem equilibrada na balança da vida. Belo poema da Clarisse.
    Beijokas doces!
    Voltei e meu novo blog:
    http://www.palavrasaobelprazer.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. OI, linda flor
    Tudo que vem de Clarice é garantia de sucesso. Amei. Agora, voltando devagarinho, depois de uma pausa de 5 dias. Saudades. Bjkas!

    ResponderExcluir
  5. Clarice era uma escritora especial, uma bela escolha de postagem. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  6. Clarice Lispector dispensa qualquer comentário. Seus escritos são profundos e belos.

    Obrigada pela visita!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Ah! Clarice... Ela como ninguém sabe falar das dores e anseios do mundo. Lindo, lindo, lindo! Ganhei o dia, obrigado!

    ResponderExcluir
  8. Peônia

    Clarisse tem o Dom do discernimento interior; aqui o tornou claro.

    SOL

    ResponderExcluir
  9. Uma alma curiosa, ávida de respostas, sensível...
    Em suma, o retrato (bem tirado) da alma humana.

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  10. Clarice sabia ler muito bem a alma própria e conseguia assim, decifrar a alma alheia, nos fazendo co-autores de seus achados.
    Quem souber escutar, a alma sempre tem muito a dizer.
    Bjos mil, Flor Peônia.
    Calu

    ResponderExcluir
  11. Passando para te desejar uma linda semana. Também adoro Clarice, bjus...

    ResponderExcluir
  12. Acho Clarice tinha o peso de uma borboleta que dá liberdade, mas nem ela sabia.

    ResponderExcluir
  13. Tem selinho pra vc no meu Blog (:

    Beijoos!!

    http://pathyoliver.blogspot.com/2011/08/600-seguidores.html

    ResponderExcluir
  14. Faz tempo que não leio nada de Clarice, bem lembrada pelo seu post.

    ResponderExcluir
  15. Lindo, lindo!

    "Tem o peso de um olhar."

    Tão leve!

    beeijo, Pê!

    Que o dia seja de paz pra você!

    ResponderExcluir
  16. Oi, doce Pê,

    Sendo assim, confirmaste o que eu já sabia: tua alma é leve.

    Abraço com carinho.

    ResponderExcluir