segunda-feira, 28 de maio de 2012

Vita!

Imagem: Google

"... e eu não quero as pistas, dívidas e restos.
Preciso das plumas, das luas e rosas.
Eu quero a cereja da vida."


[Carnavais vertiginosos? ah, esses eu dispenso. Logo vem as cinzas.]


Pimenta Rosa





2 comentários:

  1. Muito lindo o poema, parabéns pela postagem.Beijos.

    ResponderExcluir
  2. oi Pe,

    também quero a cereja da vida...
    ela é sempre deliciosa...

    beijinhos

    ResponderExcluir