quinta-feira, 28 de junho de 2012

Arrepentimiento

Imagem: Google

"Confesso que me dá uma saudade irracional de você.
E tenho vontade de voltar atrás, de ligar, de te dizer mil coisas,
e cair em suas mãos,  sem me importar com nada,
simplesmente entregar-te meu coração.
Mas não, renuncio, me controlo e digo para mim mesmo que não é assim,
que não pode ser..."


Caio F. Abreu







6 comentários:

  1. Um belo e profundo poema, parabéns pela postagem.Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Olá, querida
    Esse Discernimento do melhor do melhor é salutar demais!!!
    Seja feliz e abençoada!!!
    Bjs de paz

    ResponderExcluir
  3. Excelente poema. Parabéns pela postagem:)
    Bjo

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela escolha da poesia...


    Paz e bem!

    www.lleandroaugustto.blogspot.com

    www.eu-e-o-tempo.blogspot.com

    Atenciosamente;

    Leandro Ruiz

    ResponderExcluir
  5. A profundidade com que lida e fala da vida é digna de nota... Parabéns pela sensibilidade!

    ResponderExcluir
  6. Vim aqui deixar um presente pra vc,
    meu selinho em comemoração aos 500 seguidores do blog.

    Espero que goste e leve-o!

    Beijos meus...
    segue o link do meu carinho a vc:
    http://momentosdapathy.blogspot.com.br/2012/07/meu-muito-obrigada.html

    "Que seja doce..."

    ResponderExcluir