terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Accettazione

Imagem: Google


“Ama-me. Ainda é tempo. Interroga-me.
E eu te direi que nosso tempo é agora.
Esplêndida de avidez, vasta ternura
Porque é mais vasto o sonho que elabora
Há tanto tempo sua própria tessitura.
Ama-me. Embora eu te pareça
Demasiado intensa. E de aspereza.
É transitória se tu me repensas.”

[Hilda Hilst - Do amor]





2 comentários:

  1. Que delícia encontrar alguém que também ama Hilda Hilst!
    Lindo poema.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. oi Pe,

    linda escolha,
    lindo tudo...


    beijinhos

    ResponderExcluir